Drica Bitarello

Seja bem vindo ao mundo de Radegund!

Blog

view:  full / summary

"Fogo Vermelho" vencedor!

Posted by Drica Bitarello on June 25, 2011 at 11:43 PM Comments comments (0)

Saiu ontem o resultado do 2º Prêmio de Literatura Contemporânea do Clube de Autores. Após ficar entre os 10 livros mais votados pelo público, - entre as 622 obras inscritas - Fogo Vermelho foi selecionado pelo júri como vencedor do Concurso.

Fica aqui meu agradecimento ao público que votou no livro. E aguardem! Em breve teremos muitas novidades!

Beijos da Drica


Livros com Desconto

Posted by Drica Bitarello on May 27, 2011 at 3:20 PM Comments comments (0)

De 27 a 29/05/2011 os livros e e-books da saga estarão com descontos de 10% a 25% no site Clube de Autores.

Aproveite para levar o seu e também para votar em "Fogo Vernelho", que está concorrendo ao 2º Premio de Literatura Contemporânea do Clube de Autores.

Clique para comprar "O Reino dos Céus"

Clique para comprar "Fogo Vermelho"


BJS da Drica



E-books da Saga: Fogo Vermelho já disponível

Posted by Drica Bitarello on May 16, 2011 at 8:08 PM Comments comments (0)

Conforme prometido, o segundo livro da Saga Radegund - Fogo Vermelho - foi lançado hoje em sua versão e-book. Em formato PDF, com texto na íntegra e as mesmas ilustrações que constam no livro físico, esta edição sai por apenas R$ 9,95!

É para levar para todos os lugares e se deliciar com Raden e cia!

Leve o seu: COMPRAR Fogo Vermelho

BJS da Drica!

"A Cruz e o Crescente" - degustacao

Posted by Drica Bitarello on February 19, 2011 at 4:58 PM Comments comments (1)

Olá, pessoas!


Tenho andado ocupada nas últimas semanas, tanto com as obrigações de "gente normal", quanto com os projetos literários. Mas,mesmo assim, arranjei um tempinho para vir aqui e postar para vocês o início do terceiro livro da Saga Radegund, aquele que desvendará o mistério das origens de Mark al-Bakkar.Tenho trabalhado bastante no texto e também nas referências históricas para poder deixar o livro "redondinho".

Posso dizer, já de antemão, que "A Cruz e o Crescente" é o divisor de águas da Saga. Um livro com muitas reviravoltas, novos personagens, revelações surpreendentes e muita, muita emoção. Depois dele, nada mais será como antes!


Espero que curtam o prólogo.

BJS


Drica Bitarello


“Meu olhar agora se perde na distância, tentando ver a costa através da luz desbotada do amanhecer. Para minha tristeza e angústia, a praia diminui de tamanho, encolhendo sob meus olhos, da mesma forma que meu coração se encolhe dentro do peito. Minha amada, e a criança da qual jamais verei o rosto, ficaram lá, do outro lado do Mediterrâneo, muito além do meu alcance.

Os marinheiros passam ao meu lado e me olham, respeitosos, parecendo até um pouco solidários com meu sofrimento. O Capitão me deu alguns tapinhas amistosos nas costas, e depois, num gesto de fidalguia, afastou-se em silêncio ao notar que havia lágrimas em meus olhos.

Eu deveria estar feliz, pois deixo para trás as intrigas, o sangue derramado e o sol escaldante desta terra que parece jamais ter sido tocada pela paz verdadeira, para ver de novo o verde e as montanhas da minha Draig Fawr. No entanto, tudo o que sinto, em lugar da alegria de voltar para casa, é uma saudade imensa da mulher que amo. E se não fosse pelo risco de vê-la assassinada, junto com o filho que ela carrega no ventre, eu juro que nadaria de volta até a praia. Se fosse apenas minha vida, eu a entregaria de bom grado, apenas para poder passar mais um nascer do sol ao lado dela...”

Das anotações de Anwyn Ap Iowerth, na primavera do ano de Nosso Senhor de 1157.

 

Palestina,1158

Ahmaed apertou uma das contas do masbaha entre os dedos calejados ao ouvir mais um grito de Aziza. Olhou por entre as frestas da treliça, mas nada viu lá fora, além da escuridão da madrugada. Do cômodo alto, onde guardava seus preciosos instrumentos astronômicos, suas cartas do céu e as caras lentes montadas sobre os suportes de cobre, que viam muito mais longe do que os olhos de qualquer mortal, enxergava-se, durante o dia, Djebel az-Zeitun. Lá, Isa, o al-Masih, teria ascendido aos céus, quarenta dias após Sua Ressurreição, segundo acreditavam os cristãos. Para um Crente como ele, aquela doutrina soava estapafúrdia. Estava escrito no Livro que Isa não morrera, mas fora arrebatado aos céus por Alá, o Clemente e Misericordioso, onde continuava vivo, a espera do Juízo Final. Às vezes a ignorância daqueles pálidos bárbaros do norte era digna de pena...

O súbito silêncio da filha fez com que Ahmaed retornasse de suas reflexões e desviasse o olhar para dentro da casa. Fitou longamente a porta, tomado de angústia e considerou se deveria se arriscar a sofrer a ira da parteira e socorrer sua menina enquanto ela se esforçava para dar à luz o filho bastardo do cavaleiro cristão. Na quietude da noite, aquela calmaria sinistra pareceu durar horas, e não apenas alguns segundos. E por um átimo de tempo passou pela mente de Ahmaed o pensamento profano de que talvez fosse melhor que sua filha, sua joia adorada, morresse durante o parto, poupando-o da vergonha, dos olhares maldosos e dos subornos que calariam a língua do cádi. Outro grito cortou a noite e só então, ao exalar seu alívio, foi que Ahmaed percebeu que havia retido o fôlego, tamanha era a sensação de perda e de vazio que a simples sugestão da morte da filha lhe causara. Aziza estava viva. Logo, sucedendo o grito, ele o ouviu. Um som forte para uma criatura mal chegada ao mundo insensato dos homens. O choro de uma criança sadia.

- Amo! - a criada esbaforida e suada atravessou a cortina que ocultava o portal - Amo! É um varão, seu neto é varão!

Ahmaed mal percebeu que sorria. Mal notou que lágrimas desciam de seus olhos amendoados, se perdendo na barba grisalha. Como se a mulher não estivesse ali, voltou-se para a treliça e murmurou.

- Meu neto. Que Alá, o Grandioso, seja louvado.

Por trás do monte das Oliveiras, o céu, eivado de nuvens escuras que pareciam rasgões num tecido, estava tingido de vermelho. E embora o ar estivesse parado,  o astrônomo estremeceu, como se envolvido por uma brisa fria.

- Oh, Clemente! - implorou - Tende piedade desta criança...

 

Gales, 1191

Mark se ajeitou sobre sela.  Inclinou-se para o lado, praguejando contra a dor em suas costas, ao mesmo tempo em que alcançava o odre. Soltou a tampa e tomou um generoso gole de água fresca. Saciada a sede, prendeu o odre novamente a sela e esticou os braços para o alto, espreguiçando-se, ativando a circulação depois de horas de cavalgada ininterrupta. Acariciou a crina de Baco e olhou em volta, deslumbrado com a paisagem.

Verde. Para onde quer que olhasse, o verde dominava tudo, sendo interrompido aqui e ali pelo cinzento das rochas. Gales era realmente uma terra deslumbrante, e absolutamente diferente da Palestina.

Passara por enormes cachoeiras, rios caudalosos, florestas intermináveis. Tudo era tão verde e fértil, tão distante das paisagens quase sempre áridas, ainda que belas, do lugar onde nascera!

Esfregou os olhos, espantando o cansaço, e suspirou. Sua busca estava quase no fim. Percorrera um longo caminho de investigações, e gastara uma pequena fortuna, até chegar ali, prestes a encontrar o homem que o gerara, mas que jamais fora seu pai. O único pai que conhecera fora o avô. E de certa forma era grato por este fato, pois Ahmaed Ibn-Farouk, além de homem digno e cumpridor das tradições, fora também um grande sábio. Generoso, passara para o único neto a maior parte de seus ensinamentos e de seus elevados princípios.

Pensar no avô fez o coração de Mark se apertar de saudade e tristeza. Quando deixara sua casa, num arroubo de raiva, ainda um rapazinho, não imaginara os rumos que sua vida tomaria.

Inspirou profundamente ao se recordar da inconsequência de sua juventude.

E-Books da Saga Radegund

Posted by Drica Bitarello on February 2, 2011 at 8:17 PM Comments comments (0)


Atendendo a pedidos, e também ao crescente número de dispositivos móveis - I-Pads, I-Phones, Ai-Meu-Bolso... - o primeiro livro da Saga, "O Reino dos Céus" foi lançado HOJE em formato E-Book.

Prático, compatível com praticamente todos os dispositivos, o e-book também é uma opção mais em conta para quem ainda não pode comprar o livro impresso.


Quer comprar o seu? Acesse:  Ebook Reino dos Ceus


BJS da Drica.

Promocao RELAMPAGO

Posted by Drica Bitarello on January 28, 2011 at 9:39 AM Comments comments (1)

De hoje até amanhã, os livros da Saga - O REINO DOS CÉUS E FOGO VERMELHO - estarão com um super-desconto no Clube de Autores. 25%!


Aproveite a chance e compre o seu!


http://www.clubedeautores.com.br/book/11935--O_Reino_dos_Ceus


http://www.clubedeautores.com.br/book/23169--Fogo_Vermelho

Radegund esta aqui

Posted by Drica Bitarello on January 27, 2011 at 6:10 PM Comments comments (1)

 

Existe algo extremamente apaixonante em Radegund. Uma força estranha que me impele a escrever sua história de maneira, muitas vezes, compulsiva. Como se em algum lugar paralelo ao nosso mundo ela existisse; como se fosse uma criatura que nos vê e fala através de alguma espécie de bruma, e que se faz visível apenas quando quer contar alguma coisa para mim.

Muitas vezes eu brinco com minhas colegas escritoras, e até já falei sobre isso no prefácio de um dos meus livros, que as "vozes" não me dão sossego. Fui inclusive indagada a respeito durante o último encontro de fãs, o que achei bem curioso, pois fui perguntada se ouvia mesmo, de verdade, vozes falando comigo.

Não, eu não as ouço, ao menos não fisicamente. Elas existem em minha mente. Fazem parte da mistura de imaginação e informação que, com uma boa sacudida e horas diante de caneta e papel, ou de um teclado, se transforma na mágica de uma história.

Na antiguidade clássica a inspiração era creditada às Musas, semi-deusas que traziam ao mundo dos homens a música, o teatro, a dança e a poesia. Talvez sejam elas que falem aos nossos ouvidos de autores. Talvez sejam as vozes de pessoas do passado, que voltam naquilo que foi conceituado de inconsciente coletivo. Talvez sejam as impressões que ficam no éter, como explicam os estudiosos da metafísica. Porém, independente da explicação que haja para a inspiração, para as vozes ou seja lá o que for, a verdade incontestável é que, para mim, Radegund está aqui, pronta para contar sua história. Por quanto tempo ela permanecerá, se como nós sua vida terá início, meio e fim, eu não sei dizer. Mas certamente aquilo que ela me contou, jamais morrerá.


Drica em BSB

Posted by Drica Bitarello on January 26, 2011 at 7:54 AM Comments comments (6)

Olá, pessoal!


Como eu havia contado para vocês no post anterior, no último sábado, dia 22, tivemos nosso encontro com blogueiros e fãs lá em Brasília. O evento aconteceu no mezanino da Saraiva Megastore do Pátio Brasil, que gentilmente nos cedeu o espaço.

Como a coisa toda foi decidida meio às pressas, pois eu emendei uma viagem do meu trabalho-de-gente-normal, toda a logística ficou por conta da Leninha (OBRIGADA!!!) do Blog Sempre Romântica. Com uma eficiência de matar de inveja, ela juntou o pessoal dos blogs Jubles, Nem Um Pouco Épico e Me, Myshelf and I, membros da Comunidade Adoro Romances, fãs e curiosos. Ufa!


Sem um pingo de formalidade, com a turma sentada no chão entre livros, CDs e DVDs, batemos um ótimo papo sobre os livros da Saga, sobre como “nasceu” a personagem Radegund, – que dá nome à série – sobre os escritores que me influenciaram diretamente e mais um monte de outros assuntos que foram surgindo espontaneamente. No fim do encontro, foram sorteados 1 exemplar de cada livro – “O Reino dos Céus” e “Fogo Vermelho”. As sortudas foram a Bell, do Nem Um Pouco Épico, e a Rochelle, uma das fãs presentes no encontro.

Deixo aqui agradecimentos especiais para a Leninha, que organizou tudo com muito carinho; para minha amiga Marley, que me hospedou, mimou e fez as vezes de enfermeira (depois eu conto o episódio que quase “melou” o encontro ;-P), para o pessoal do Clube de Autores, que aprontou os exemplares em tempo recorde (é por isso que ADORO vocês!) e para a turma da Cavaglieri, que também fez as camisetas (LINDAS!) a jato.

E no próximo post eu vou contar sobre o encontro-pós-encontro, que foi de matar de rir!

Obrigada a todos que participaram do evento. Adorei conhecer cada um de vocês!


BJS da Drica.

Encontro em Bras?lia

Posted by Drica Bitarello on January 15, 2011 at 8:32 PM Comments comments (0)


Dia 22/01/2011 - sábado - teremos um encontro em Brasília!

Na Saraiva Megastore do Pátio Brasil, a partir das 16h. Sorteio de exemplares de "O Reino dos Céus" e "Fogo Vermelho", além de um bate-papo sobre a Saga Radegund e seu universo. Estão todos convidados!


A Leninha, do Blog Sempre Romântica está organizando o encontro.


Espero vocês!

 


Altera??es no Plano de V?o

Posted by Drica Bitarello on November 29, 2010 at 6:39 PM Comments comments (1)

Não é a toa que existe um dito popular que diz que "O homem propõe e Deus dispõe."...

Há dois meses venho brigando com uma série de "ites" que não largam do meu pé. Ou melhor, do meu punho, do meu cotovelo, do meu ombro... Junte-se a isso um Corel Draw rebelde que me atrapalhou com o trabalho das capas e do design da edição dos livros pela Bookess, mais uma série de pequenos percalços e o resultado foi um baita atraso no meu cronograma pessoal. Ou seja, o sorteio que havíamos planejado para o fim de ano, e que iria presentear uma sortuda com os 2 primeiros livros da saga, teve que ser adiado até que todos esses probleminhas estejam solucionados.

Lógico que isso é um bocado frustrante, principalmente quando se trabalha como independente, como é o meu caso. Mas com certeza logo tudo entrará nos eixos e a coisa vai voltar a fluir normalmente. Afinal, como li essa semana, no fim, tudo dá certo. Se não deu certo, é porque ainda não chegou ao final.

BJS da Drica ;-)


Rss_feed

Pergunte a Drica:

Recent Videos

1306 views - 0 comments
1117 views - 0 comments
1039 views - 0 comments
974 views - 0 comments