Drica Bitarello

Seja bem vindo ao mundo de Radegund!

O site

Um lugar para reunir minha produção literária, um canto para juntar livros, inspirações e amigos. Sempre em construção.

Sejam todos bem vindos!

Quem sou eu?

Escritora compulsiva e leitora voraz. Ou vice versa!

Já fiz um bocado de coisas nessa vida, mudei de profissão 3 vezes e acumulei experiências e amigos no mundo inteiro. Como sou curiosa e cara-de-pau, aprendo um monte de coisas e conheço um monte de gente. Sou um zero a esquerda para trabalhos manuais, não sei pregar um botão. Em compensação, conserto praticamente tudo dentro de casa. Amo uma boa conversa, de preferência acompanhada de algumas xícaras de café ou, dependendo da ocasião, uma boa dose de Absolut. Também adoro ler por horas a fio, sem ninguém pra me perturbar, geralmente ouvindo música. Meu programa de TV favorito é quando ela está desligada. Gosto de algumas séries, mas prefiro comprar quando sai em DVD, só pra não ter que aturar os comerciais.

A leitura começou cedo. Minha mãe sempre leu muito, não me lembro de tê-la visto sem um livro na mesa de cabeceira ou dentro da bolsa. Lembro que comecei a ganhar livros muito cedo. Minha primeira coleção era de clássicos da Disney, que tinham sido de uma tia. São relíquias da década de 60. Livros ilustrados, com capa dura, com as historias dos desenhos mais famosos. Meu preferido era o livro 5, da Bela Adormecida. E eu tenho todos eles até hoje!

Fui crescendo e ficando famosa por andar sempre com um livro debaixo do braço. É assim que minhas tias e primas se lembram de mim. (bem, elas também se lembram de mim coberta de lama, pulando muros, mas deixa pra lá, kkk). Quando minha mãe foi fazer Letras, e eu estava com uns dez anos, comecei a ser apresentada aos clássicos. (eu "pegava emprestado" da estante dela) De Homero a Shakespeare, eu já li praticamente de tudo.

A escrita começou mais na escola. Eu tinha uma professora de Literatura que começou um projeto onde nós nos juntávamos em grupos e escrevíamos peças de teatro e livros. Tenho meu primeiro livro aqui até hoje, escrito quando eu tinha doze anos. Um barato!

De lá pra cá, muita coisa mudou na minha vida, mas nunca mais deixei de escrever.

O Começo

Ainda hoje eu paro para pensar em como tudo começou. Abrindo minhas pastas e verificando os arquivos dos meus livros, eu realmente me pergunto como é que fui capaz de produzir tudo aquilo! Mas o processo de escrever é algo assim, um tanto voraz, com um que de canibal. Vai devorando suas emoções, e pedaços de suas experiências, e da própria personalidade, digerindo todas as coisas e dando forma a outras. É compulsivo, incontrolável e indomável.

Das primeiras linhas escritas da saga Radegund, até os seis livros - cinco finalizados, e um sexto pela metade - até a publicação da primeira edição de "O Reino dos Céus", muita escrita passou por debaixo da minha
caneta. E muitos teclados sob meus dedos.

Eu dei conta do fato há pouco dias, quando, numa daquelas arrumações que começamos a fazer em nossas coisas, topei com um caderno que costumava usar para fazer anotações de meus textos. E ali, no meio daquelas páginas onde havia de tudo, - e mais um pouco - tropecei nas primeiras linhas de "Fogo Vermelho". O segundo livro da saga - cronologicamente falando - mas o primeiro que eu escrevi. E ter aquele texto ali, nas minhas mãos, trouxe tantas coisas a minha mente, que nem tenho como explicar!

Do esboço inicial, até hoje, muita coisa mudou. E não falo apenas do texto e dos personagens, mas de mim mesma, e de tudo ao meu redor. Fiquei tão feliz em encontrar esse caderno, que hoje ele fica ao lado de minha cama, junto com uma caneta, sempre pronto para receber minhas inspirações súbitas.(normalmente as Musas vem atrapalhar meu sono. Não tem nenhuma noção de tempo, timming zero!).

E o que havia no caderno? Deixo aí ao lado a imagem digitalizada de onde tudo começou, por volta de 2003-2004. E qualquer dia desses eu volto para contar o que teria sido, e o que realmente está sendo!

Pergunte a Drica:

Recent Videos

1306 views - 0 comments
1117 views - 0 comments
1039 views - 0 comments
974 views - 0 comments